Dose de amor

No balançar embriagado de nossos dias

E na variação constante de nosso humor,

Sobrevivemos de cada tapa com uma dose de amor.

Já provei muitas bebidas,

Ardentes, suaves e nocivas,

Todas elas com hora para acabar

E nenhuma delas com o gosto de sua saliva e o efeito que dá.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s