Bloqueio

É tão incrível quanto como do nada escrevemos sem cessar. O bloqueio criativo. Não conseguimos escrever uma só palavra sem olhar para trás e ler tudo o que escrevemos. E não gostar de nada. Não se sentir confiante a continuar. Algo me bloqueia e gostaria muito que saísse do meu caminho. Para que fluísse o meu caminhar, essa angustia que fica aqui no meu peito e impede de chegar ao meu lugar. E entre tropeços e mais tropeços, sinto os versos se isolarem no interior do meu peito, no aconchego desse lugar. Agora mesmo, li três vezes antes de continuar, de olho em cada erro que não consegue me escapar. Com cortes e mais cortes, vejo meu texto acabar, as palavras sumirem e com elas o meu gosto de criar.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s